Sábado, 04 Fevereiro 2017 01:23

Morre Teori Zavascki

Escrito por

959 TeoriAcidente de avião mata o relator dá Lava jato.
Há controvérsias quanto ao seu substituto:

Se o presidente Temer ou a ministra Carmem Lúcia. Pra mim seria muito azar nosso se caísse nas mãos de Lewandowski ou Toffoli.

 

Domingo, 10 Janeiro 2016 22:54

Balas Perdidas, ou Balas Dirigidas

Escrito por

516 Balas

Essa é uma indagação que faço há muito tempo, pois... acho muita coincidência o número de pessoas atingidas por balas perdidas nos tiroteios, porque quase na sua totalidade são crianças, e atingidas sempre na cabeça? Seria apenas uma mórbida coincidência? Isso me deixa indignado.
Pelo excessivo e já banalizado número de ocorrências, seriam mesmo essas balas acidentais ou propositais para provocar algum efeito social e sob qualquer justificativa tendenciosa?...É coisa pra se pensar. O crime está cada vez mais nos surpreendendo, expondo todo tipo de perversidade doentia, por fico a indagar se essas balas são mesmo perdidas ou há algo intencional por trás disso?
A frequência é alarmente, numa situação que já está banalizada e que coloca o Brasil como o segundo país em ocorrências na América Latina.
Solidarizo-me com os pais dessas crianças que pagaram e continuarão pagando este preço tão caro para o resto das suas vidas.
As fotos acima, são apenas 10% das que estão disponibilizadas na internet. Foi o máximo que selecionei para uma melhor visualização dos leitores internautas.
Max Matos, dizendo tudo.
Acessem os links e confiram matérias sore esse doloroso assunto:

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2015/01/familia-de-menina-morta-no-rio-por-bala-perdida-doa-os-orgaos-da-crianca.html

http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2015/01/alexandre-garcia-franca-e-indonesia-estao-longe-o-pior-esta-aqui.html

Domingo, 10 Janeiro 2016 19:02

Deputado pede mais o nome de Deus nas sessões

Escrito por

958 Cabo Daciolo

Na Sessão do ultimo dia 14 de dezembro, o deputado Cabo Daciolo, calou o plenário ao pedir que o nome de Deus seja mais utilizado nas sessões.
É claro que contrariou a muitos hipócritas que só usam a religião em momentos eleitorais demonstrando a falsa fé pra enganar o povo incauto.
Aliás, não são apenas os maus políticos que agem assim.
Max Matos, dizendo tudo

* Carnaval, em Salvador, é algo único e especial. Mas, também, é um evento onde as pessoas cometem muitos excessos. Adoro estar nos circuitos e aproveitar, ao máximo, todas as atrações. A única coisa que não gosto é da violência, principalmente, a cometida contra as mulheres.
Todas nós temos direito de curtir essa festa, sem sermos desrespeitadas, estando acompanhadas ou não. Quando uma mulher está sozinha, na avenida, não quer dizer que ela está disponível e que os homens têm o direito de ultrapassar seus limites.
Nunca aceitei a prática do beijo roubado e/ou forçado. Para mim, o beijo é uma troca de carinho e, como troca, deve ter o consentimento e a vontade de ambas as partes. Sei que posso parecer antiquada mas não me sentiria bem, sendo beijada por alguém que nem conheço, simplesmente, porque ele teve vontade ou porque o alto consumo de álcool, ou drogas, o fez agir assim. Apesar do beijo roubado ter se tornado prática comum, no carnaval de Salvador, e ser aceita por muitas mulheres, acredito ser um ato de violência, que constrange a vitima. Mas, essa semana, a coisa tomou uma proporção absurda: Um homem foi condenado por ter roubado um beijo, no carnaval de Salvador, em 2008. A condenação foi de 7 anos de prisão porque ele foi julgado pela prática de estupro, um crime hediondo. Isso me deixou perplexa.

Apesar de não aceitar a ação e achar que se trata de uma violência, jamais a classificaria desta forma.
O beijo não pode ser igualado ao estupro e sim, a um constrangimento ilegal. E, desta maneira, o agressor cumpriria penas alternativas ou pagaria multa.
Fico imaginando esse homem preso como estuprador e aí vejo a injustiça, da nossa justiça, que acabou praticando uma violência ainda maior, do que a do agressor. O homem errou, precisa aprender a respeitar limites mas ser condenado, como estuprador, é um absurdo.
Fico a questionar o porquê dessa atitude tão severa e como sairá esse homem, se a pena não for alterada, depois de 7 anos de convívio com verdadeiros criminosos.
Espero, de verdade, que a justiça reveja sua posição. Por isso, fica a dica: Nesse carnaval, pule muito, curta bastante mas só beije muito, com consentimento.

TATIANA 20 2Tatiana Lopes é odontóloga.

Página 8 de 8