Sábado, 14 Outubro 2017 12:05

Palavras que se perderam no ar

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

"Quando Pelé fez o seu milésimo gol em 1969, ignorou aquela inédita conquista colocando-a em segundo plano, e num gesto de humildade e espírito social surpreendeu a todos clamando pelo futuro das criancinhas abandonadas do Brasil.

Ao invés de o aplaudirem, muitos céticos ao seu sucesso o ridicularizaram ao invés de ouvi-lo.
Naquela época, o hoje traficante FERNANDINHO BEIRA MAR tinha apenas três anos de idade. O também traficante Marcos Camacho, o MARCOLA, ainda não havia nascido e o crime organizado também não existia.

Se o rei fosse ouvido, políticas públicas atingiriam as favelas de todo o Brasil e, provavelmente ambos, não seriam hoje esses monstros que são, assim como: 'Nem, Helias Maluco, Uê, Marcelo PQD, Rogério 157' e milhares de outros, não seriam marginais e a violência no país não teria atingido estes índices assustadores, com certeza".
Max Matos, dizendo tudo.

Ler 24 vezes Última modificação em Sábado, 14 Outubro 2017 12:10

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.