Max Matos

Max Matos

O grupo indígena chileno Mapuche, foi recebido por Francisco no Vaticano em 2017, quando o pontífice do alto da sua verdadeira humildade cristã, se deixou tocar num rápido ritual práticado pela índia. O que provocou a indignação da imprensa agitadora assim como de setores do ciumento Clero.

Max Matos, dizendo tudo tudo.

https://www.google.com.br/…/opin…/1515777060_831337.amp.html

Quinta, 18 Janeiro 2018 03:15

Cantor Edson Gomes desabafa em entrevista

"Sindicatos usam minhas músicas nos movimentos grevistas. Mas nos seus eventos festivos eles não me contratam".
Disse o regaeman, em entrevista ao jornal A Tarde desta quarta.

*Ele se sente prestigiado. Mas por outro lado, explorado por aproveitadores do sentimento dos verdadeiros trabalhadores.

Max Matos, dizendo tudo tudo.

http://www.atarde.uol.com.br/cultura/musica/noticias/1928521-reggaeman-edson-gomes-solta-o-verbo-em-entrevista-exclusiva 

Quinta, 18 Janeiro 2018 02:26

Chiclete não acabou. Tem novo vovalista

Após algum tempo de indefinição e fracassadas tentativas, a banda encontrou um vocalista pra recompor o grupo que já deu tantas alegrias ao folião baiano.
Lembram de Khill, que era o cantor da banda Patchanka e que gostava de imitar Bell? ...é ele mesmo. "Secou" tanto o ídolo e conseguiu realizar o seu sonho. Em parte, né?

Max Matos, dizendo tudo tudo.

https://g1.globo.com/ba/bahia/carnaval/2018/noticia/banda-chiclete-com-banana-anuncia-novo-vocalista-e-diz-que-vai-desfilar-sem-cordas-no-carnaval-de-salvador-2018.ghtml


A Bahia perdeu a referência de respeito no cenário nacional após a partida dele.

Os algozes e criticos de ontem, hoje tentam imitá-lo. Tentam fazer as mesmas coisas que ele fazia mas não conseguem.

Falta-lhes criatividade, firmeza, peito e competência. Está faltando um macho entre os seus ainda opositores.

Os que restam, é claro.

Max Matos, dizendo tudo.

Domingo, 14 Janeiro 2018 15:17

Porque rir de quem fala errado?

Voce acha que rindo está ajudando a uma pessoa que por não saber, fala o português de forma incorreta?

Pois saiba que, a ignorância deve ser combatida e não ridicularizada.

Fazer chacota, ou não corrigí-la de forma respeitosa, é maldade e covardia.

Vamos evitar esse procedimento, assim como de postar coisas desse tipo nas redes sociais.

Pois atitudes assim, não contribuem em nada para o crescimento da nossa língua e também da nossa cultura como um todo, logo ela que já anda tão combalida.

Max Matos, dizendo tudo tudo

Mas quem disse que esse tipo de atitude é novidade?

Pode parecer difícil acreditar que coisas como esta ainda aconteçam e de forma tão explícita justamente numa cidade como Salvador, que independente de ter maioria negra na sua população, goza de uma comprovada convivência entre pessoas negras e pessoas de pele clara. Assim como também pela imagem que é passada para fora do estado e para o mundo.

Mas a verdade é que o racismo está sufocado dentro de muita gente que não consegue aceitar a junção ou união entre homens, mulheres e até crianças, aparentemente diferenciadas pela cor da pele.
É claro que isso se deve a um ranço cultural que não se conseguiu combater com eficácia, seja através do Estado como instituição, na criação de campanhas que dessem respaldo a lei Afonso Arinos, coisa que nunca foi feita e que seria seguido nas Escolas e dentro das famílias.

Nesta nossa amada Salvador, desde os anos 60, o carnaval que é uma festa tão democrática, alguns blocos não admitiam negros nos seus quadros de foliões, a exemplo do Internacionais e Corujas, que usavam deste expediente de forma muito aberta.
Já na década de 80, blocos como; Eva, Pnel, Crocodilo e Beijo, seguiram esta abominável prática mas que aos poucos foi sendo abolida, não pela vontade dos diretores dessas agremiações carnavalescas e nem tão pouco por parte da imprensa que nunca fez nada pra combater este mal social. Preferia adotar o "politicamente correto".

Mas com o tempo aquela política segregacionista sofreu um duro golpe. É que antes, o que atraía os participantes era o nome e status dos próprios blocos. A ascensão e valorização das atrações artísticas no mercado local e nacional, e que em cima dos trios elétricos animavam e motivavam cada vez mais novos integrantes, fez com que os blocos não suportassem pagá-las e fossem forçados a serem mais modestos, democratizando e aceitando "forçosamente" novos integrantes miscigenados, que antes eram selecionados e eliminados até pelo bairro em que moravam. Sabiam disso?

No início dos anos 90, quando comecei a publicar meus primeiros artigos no jornal A Tarde, bati de frente durante três pós-carnavais em cima disso, e recebia o apoio dos leitores através de diversas telefonemas e cartas, pois na época ainda não existia e-mail.
E o que mais me espantava é que as pessoas, todas elas me parabenizavam pela minha coragem. Eu me espantava, porque eu não via naquilo nenhum ato de coragem.
Pra vocês verem como era e ainda é, um tabu se abordar publicamente o assunto racismo, que infelizmente alguns ainda afirmam não existir.

Max Matos, dizendo tudo.

Se ricas, famosas e poderosas, que faturam alto se queixam impotentes de assédio, imaginem como ficam as nossas mulheres brasileiras comuns e indefesas numa sociedade machista, perversa e abrigada na impunidade?

As atrizes foram para a solenidade vestidas de preto pra simbolizar o protesto contra este crime que mesmo lá, é difícil de se combater porque é cometido por homens poderosos na mídia e nos sets de filmagens onde eles comandam, e aí se aproveitam. Safados!
Nós homens temos que aderir a campanha criada por uma TV local:

1214 Mão

 

Sou mulher e quero respeito.

Max Matos, dizendo tudo.

Quarta, 10 Janeiro 2018 01:05

Posse adiada

Estava tudo certo para a posse da deputada Cristiane Brasil assumir nesta terça o ministério do Trabalho. Mas não foi possível porque o governo Temer não conseguiu através da AGU-Advocacia Geral da União barrar a liminar que a Justiça Federal de Niterói interpôs para impedir o que seria uma incoerência constitucional, além de se caracterizar como uma indecência e afronta a população.

1216 NainEnquanto isso, quem está torcendo pra que esta posse aconteça logo é o suplente de Cristiane na Câmara, o deputado Nelson Nahin, ex-presidiário condenado por crime de abuso sexual (estupro) contra menor em 2016, e que é irmão do ex-governador Garotinho. Pode?
Esse é o nível do nosso Congresso.

Max Matos, dizendo tudo.

Inversão de importância:
Os animais estão com toda moral. Além das leis que os favorecem em detrimento do ser humano, agora eles podem frequentar qualquer ambiente sem nenhum ordenamento como shoppings, restaurantes, praias, pistas de caminhadas e etc. Nos cinemas por enquanto, não. Aff! ...ainda bem.
Políticos descobriram esse novo "eleitorado" que é pautar os seus mandatos em cima de animais.

Nas campanhas, posam aos lado dos bichinhos pra sensibilizar a população esquecendo que o cidadão carece no mínimo desta mesma proteção pra não ficar desamparado quando uma lei não é o suficiente para protegê-lo e livrá-lo de constrangimentos.

Agora criaram os "comedouros para os cães de rua", que é um pequeno módulo com comida e água colocado por voluntários nas calçadas.
Isso é muito legal, é louvável, e humano. Mas seria bom que essas pessoas, sejam elas católicas, evangélicas, umbandistas e etc, tivessem a mesma sensibilidade com o seu semelhante, como pregam fervorosamente nas suas missas, cultos, sessões e afins.

Max Matos, dizendo tudo.

Domingo, 07 Janeiro 2018 00:02

Julgamento preocupa Lula

Lula está apreensivo e já bateu o desespero. Ele quer politizar o seu julgamento no dia 24 e vai tentar de tudo pra conseguir melar o evento.
Na última e fogueirosa reunião do partido estrelado, José Dirceu, Pedro Stédile (MST) e até Dilma Roussef, prometeram levar a arruaça a Porto Alegre.
Convocaram a militância para a frente do prédio do tribunal. E se houver condenação, a ordem é tocar fogo no país.

Leia a matéria completa:

https://istoe.com.br/ele-nao-interessa-lei/#.WlAQUebKTmI.whatsapp

Página 1 de 14

banner 300x90px


BannerDisplay 300x250pxssa360 centro convencoes 300x250

 

BannerDisplay 800x600px

BannerDisplay 728x90px

O Maior Revelion do Brasil Virou Festival!

image002