Sexta, 11 Agosto 2017 22:15

Porque negar o velho ACM?

Escrito por
Avalie este item
(5 votos)

Pois é, reafirmo o que digo goste quem gostar: Sempre o admirei sim, e daí? Gostava dele pela sua determinação e coerência ao longo da sua história política, diferente daqueles políticos bajuladores que o cercavam mas sem nenhuma firmeza ideológica, pois bastou ele morrer e a debandada começou. Cada um procurou se abrigar na primeira porta que viu aberta.
Um homem que teve a vida política marcada pela coerência ideológica, coragem e disposição para defender os interesses da nossa Bahia.

O Brasil sente a falta de um político como ele foi. E o mais engraçado, é que, aqueles que o criticavam, hoje fazem tudo o que ele fazia, mas não conseguem o mesmo resultado porque não são criativos, e sim imitadores incompetentes.
O fato dele ter sido apoiado pelos militares não tem nada a ver. Os militares cometeram erros mas colocou o país nos eixos.
Aqueles que me criticam por isso eu respeito. Assim como outros que têm medo de reconhecer os méritos do saudoso Cabeça branca.
Entendam que apesar de ser convicto da minha ideologia, sou acima de tudo um comunicador que tem responsabilidade com o que diz e escreve e não posso fazê-lo apenas pra agradar A ou B.
Muitas vezes escrevo até o que não me agrada, mas o faço em nome da verdade.

Max Matos, dizendo tudo.

Ler 99 vezes Última modificação em Sexta, 11 Agosto 2017 22:20

1 Comentário

  • Link do comentário Gilia Matos dos Santos Segunda, 04 Setembro 2017 23:06 postado por Gilia Matos dos Santos

    A Bahia nunca mais ter um governador igual a Cabeça Branca. Ele gostava de verdade do nosso estado. Está fazendo falta porque os que passaram depois dele, não chegaram nem no chulé dele.

    Relatar

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.